Índices de violência diminuem em Juazeiro e região Norte, diz polícia - Blog Petrolina em Destaque

3 de fev de 2018

Índices de violência diminuem em Juazeiro e região Norte, diz polícia


O Comando de Policiamento da Região Norte (CPRN) é responsável pelo policiamento ostensivo da Região Integrada de Segurança Pública (RISP) Norte que reúne quatro (04) Áreas Integradas de Segurança Pública (AISP), dentre elas a AISP quarenta e seis (46) composta pelos municípios de Juazeiro, Curaçá, Casa Nova e Sobradinho. E neste mês de janeiro a RIPS Norte teve uma diminuição nos índices de violência, especialmente em Juazeiro.
As RISPs e AISPs são delimitações territoriais criadas pelo Estado da Bahia, em consonância com o Programa Federal Pacto pela Vida, que tem como objetivo estabelecer perímetros para a ação dos órgãos de Segurança Pública, (Polícia Militar, Polícia Civil e Departamento de Polícia Técnica), que devem atuar de forma integrada, dentro de tais limites territoriais. As Áreas Integradas de Segurança Pública são agrupamentos de segmentos territoriais, formadas por municípios, distritos municipais ou bairros, consideradas para a definição de princípios, métodos e procedimentos nas ações de polícia judiciária, polícia ostensiva e perícia, com o objetivo de aumentar a eficiência policial, mediante a prestação de serviços de segurança pública com qualidade e custos adequados; já as Regiões Integradas de Segurança Pública são conjuntos destas.
A RISP Norte reduziu o número de Crimes Violentos Intencionais (CVLI) no mês de janeiro em vinte e cinco virgula cinco (25,5) por cento (%), ou seja, em mais de um quarto, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Já a AISP quarenta e seis (46) teve um decréscimo de trinta e três virgula três (33,3) por cento (%), com especial destaque para o município de Juazeiro onde os CVLIs reduziram pela metade, cinquenta (50) por cento (%).
O CPRN atribui tal quadro ao empenho e dedicação dos policiais militares que compõe o efetivo do órgão, são mais de dois mil e quinhentos (2500) homens e mulheres que saem todos os dias de suas casas e arriscam a própria vida para garantir segurança publica de qualidade para a população. É um trabalho arriscado e extenuante, mas que é realizado com profissionalismo e qualidade, e que nunca se considera completo, pois busca a cada dia progredir e melhorar os serviços oferecido à sociedade.
Mas, não obstante a sensação de dever cumprido face aos índices alcançados, a PMBA, o CPRN e todos os policiais que lá trabalham se comprometem a continuar lutando incansavelmente para a manutenção da ordem pública e para aumentar a sensação de Segurança publica da sociedade do Norte Baiano. “Apenas uma batalha foi vencida, mas seguiremos fortes, rumo a um dois mil e dezoito excepcionalmente tranquilo” diz o coronel Anselmo Bispo, comandante do CPRN.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações