Comunitário afirma que desaparecimento de cabo do Exército tem ligação com Domingos de Cristália; vereador nega e se defende - Blog Petrolina em Destaque

15 de mar de 2018

Comunitário afirma que desaparecimento de cabo do Exército tem ligação com Domingos de Cristália; vereador nega e se defende



Passado quase um mês, o cabo do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado de Petrolina (BIMtz), Oldemárcio Souza Pinto, continua desaparecido. E o assunto voltou à tona hoje (14), com uma denúncia gravíssima: um vereador da cidade está sendo acusado de envolvimento no sumiço do militar.
Júlio César Monteiro, líder comunitário do distrito de Izacolândia, comunidade onde o militar mora, procurou a imprensa petrolinense para afirmar que o desaparecimento de Oldemárcio pode ter ligação com o pedido de cassação do mandato do vereador Domingos de Cristália, que corre na Justiça Eleitoral.
Júlio César, acompanhado da mãe do militar, Maria Lucineide de Souza Pinto, revelou que Oldemarcio seria uma das testemunhas no processo contra Domingos e teria colhido provas contra o vereador. Oldemárcio, inclusive, teria sofrido ameaças.
Outro lado
Em conversa com este Blog, o vereador Domingos de Cristália se mostrou tranquilo e disse que fará um pronunciamento nesta quinta-feira (15) durante a sessão na Casa Plínio Amorim. “Eu nunca pensei que a política de Petrolina chegasse a esse ponto. Pra quê essa política tão rasteira?“, questiona.
O vereador disse que sempre foi um cidadão de bem e foi um trabalhador a vida inteira. “Me criei trabalhando, na luta, ajudando as pessoas. Não sou bandido nem vagabundo. Estão se aproveitando da dor de uma mãe, de alguém que sofre para fazer politicagem“, desabafou.
Segundo Domingos, ele nunca teve problemas com o militar. Pelo contrário, sempre manteve uma relação “harmoniosa” e pautada no “respeito”. “Recentemente, ele esteve lá em casa. Rimos muito das coisas da política e ele até me pediu desculpas. Até disse que não votaria em mim, pois não acompanha o meu lado, mas no [vereador] que ele votou não acompanhava mais“, afirma.
O vereador revelou ainda a proximidade com a mãe e esposa de Oldemárcio. “Só para você ter uma ideia, conversei com a mãe dele esses dias. Quem espalha essas mentiras já havia começado com isso e ela me disse que eu ficasse tranquilo. A esposa dele, ainda esta semana, pegaria carona comigo para ir ao dentista em Petrolina, como muita gente faz. Isso é para você ver que não existe nenhuma animosidade, nenhum problema, nenhuma desconfiança“, ressaltou Domnigos.
Ele não nega, no entanto, que o caso não o incomode: “Como disse, estou absolutamente tranquilo. Mas ninguém quer viver com uma acusação dessas, mesmo por uma politicagem tão baixa. Tenho fé em Deus que isso vai ser revelado. Eu queria que fosse amanhã, para acabar com isso. Essa acusação a mim é ridícula, mas Deus tá vendo e vai revelar a verdade“, finalizou.
Investigação
Vale frisar que Oldemárcio desapareceu no dia 17 de fevereiro, após sair do 72º BIMtz. O carro dele foi encontrado no último dia 24 de fevereiro, no distrito de Massaroca, zona rural de Juazeiro (BA). De acordo com informações, o veículo – um Volkswagen Gol, cor prata – estava incendiado. Polícia Civil informou que a investigação continua e não existe ninguém suspeito no desaparecimento. Informações do Blog do Carlos Britto 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..