Estudante petrolinense lamenta fechamento de escola estadual em comunidade rural de Petrolina - Blog Petrolina em Destaque

1 de mar de 2018

Estudante petrolinense lamenta fechamento de escola estadual em comunidade rural de Petrolina



O fechamento da Escola Estadual Malaquias Mendes da Silva, na comunidade do Caititu, zona rural de Petrolina, gerou indignação entre pais e estudantes do local. Essa indignação é traduzida no relato emocionado da estudante Luzivânia Souza Maia, da 2ª série do Ensino Médio.

Confiram:

Boa Noite, moro em Caititu, sou aluna da 2° série do ensino médio da escola Estadual Malaquias Mendes da Silva. Antigamente a escola estadual funcionava na escola municipal Nossa Senhora Aparecida, mas fez três anos que a escola estadual veio funcionar no prédio do município, em que o mesmo estava desocupado, e estava indo tudo muito bem.
Mas nesse ano de 2018 veio uma engenheira da GRE e condenou a escola, dizendo que tinha partes do colégio que estava em risco de cair. Os pais dos alunos ainda se prontificaram a ajeitar as partes em perigo, só que a engenheira disse que não teria jeito (se não fosse derrubar e construir outra). Só que dá para ver que essa escola não está tão em risco assim. E dá, sim, para o Estado reformar a escola, basta eles quererem!
E o pessoal da GRE, que quer que os alunos vão para escola de Atalho. Lá é onde fica a sede da escola estadual Malaquias Mendes da Silva. Só que tem muitas dificuldades para muitos alunos. Por exemplo, tem aluno que vai andar mais de 50 km todos os dias. Isso mesmo (todos os dias) 50 km para ir, e mais 50 km para voltar que é igual a 100 km. Sem falar nos alunos deficientes, que irão desistir.
Queremos uma segunda resposta, e que dá sim para reformar a escola. Deixo uma pergunta: Será que a GRE realmente pensa nos alunos que vão andar muito no transporte escolar, muitos saindo cedo e chegando tarde?
E deixo uma proposta: queria que vocês, da GRE, venham um dia aqui na nossa comunidade, entrem em um ônibus escolar, de preferência os que andam mais. Com o sol bem quente, para vocês verem como é a realidade, e não como vocês pensam que é. 

Luzivânia Souza Maia/Estudante 

(Blog do Carlos Britto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações