Vereadores saem em defesa de ex-professoras do CMEI da Agrovila Massangano - Blog Petrolina em Destaque

1 de mar de 2018

Vereadores saem em defesa de ex-professoras do CMEI da Agrovila Massangano


As professoras que trabalhavam no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI), da Agrovila Massangano, em Petrolina (PE), estiveram no plenário da Casa Plínio Amorim, na Sessão desta quinta-feira (1) e pediram que os vereadores intercedam junto ao prefeito Miguel Coelho, para resolver o problema pelo o qual elas estão passando.
Desde segunda-feira (26), as professoras que tiveram seus contratos temporários encerrados e moradores da comunidade realizam manifestações, pedindo que o município assuma uma dívida no valor de pouco mais de 14 mil reais que elas contraíram quando trabalhavam na creche, porque realizaram uma reforma no prédio, incentivadas pela a gestão anterior.
O acordo, segundo as professoras, era que elas reformassem a creche, pagassem com o dinheiro do próprio salário e com dinheiro arrecadado em eventos organizados pela comunidade, e em contrapartida, o contrato de trabalho seria renovado. O valor total da reforma foi pouco mais que 19 mil reais.
Mas após a conclusão do serviço, as professoras, com a ajuda dos moradores, pagaram cerca de 4 mil e 500 reais. Só que, o candidato do ex-prefeito Júlio Lossio foi derrotado na eleição para prefeito e a gestão do Novo Tempo, encerrou os contratos dos professores temporários no fim de 2017. Agora, as ex-professoras da Agrovila Massangano, que não foram aprovadas no novo processo seletivo, estão sem emprego e com mais de 14 mil para pagar.
Uma professora, que preferiu ocultar seu nome, disse que a principal reivindicação é o pagamento da dívida pelo o município.
“Já que a secretaria já tem suas professoras, que foram aprovadas na seleção e nós ficamos apenas classificadas, e pelo o jeito eles não vão nos contratar, o prefeito precisa assumir essa dívida. Porque o acordo feito, foi para que a gente pagasse trabalhando. Mas como é que vamos pagar agora, desempregadas?”, questionou a professora.
O vereador Ronaldo Silva (PSDB), se comprometeu em levar a situação ao prefeito Miguel Coelho, para juntos, encontrar uma solução.
“Eu, o vereador Gaturiano Cigano e Aero, ajudamos vocês a construir aquela unidade. E estamos juntos com vocês desde o primeiro grito de socorro. Eu e Gaturiano estivemos segunda-feira lá na agrovila, até quase meia noite ouvindo vocês e vou procurar o prefeito Miguel Coelho. Não se preocupem que o que der pra vocês, dar pra nós também”, garantiu o Ronaldo Silva.
Já o vereador Aero Cruz (PSB), disse que marcou uma reunião com a Secretária de Educação, para ser realizada na manhã desta sexta-feira (2), para tentar resolver o problema.
“Se precisar iremos até o prefeito Miguel Coelho. Vamos juntos procurar a melhor maneira possível para que a gente resolva essa situação”, disse o vereador Aero.
Os vereadores da oposição Gilmar Santos e Gabriel Menezes informaram que também vão participar da reunião com a Secretária de Educação. (Blog Waldiney Passos) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações