Governo Temer é aprovado por 5% e reprovado por 72%, diz Ibope - Blog Petrolina em Destaque

5 de abr de 2018

Governo Temer é aprovado por 5% e reprovado por 72%, diz Ibope



O governo do presidente da República, Michel Temer (MDB), é avaliado como ruim ou péssimo por 72% da população brasileira, aponta pesquisa Ibope encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) divulgada nesta quinta-feira (5).

Esta foi a primeira pesquisa Ibope realizada após o decreto da intervenção federal na área de segurança pública no Rio de Janeiro, em fevereiro, e após Temer declarar a intenção de concorrer à reeleição à Presidência este ano.

No último levantamento, divulgado em dezembro do ano passado, o percentual de quem considerava o governo ruim ou péssimo foi de 74%. Em setembro, última pesquisa anterior à de dezembro, o índice atingiu 77%.

Segundo o levantamento divulgado nesta quinta, o governo Temer é considerado ótimo ou bom por 5% da população, ante 6% da última pesquisa, segundo o Ibope. Em setembro, o índice atingiu 3%, pior resultado desde o fim da ditadura.

Os que avaliam a gestão do emedebista como regular é de 21%. Em dezembro, era de 19% e, em setembro, de 16%.

O percentual de pessoas que não souberam avaliar o governo ou não quiseram responder é de 2% na pesquisa divulgada nesta quinta.

A pesquisa Ibope/CNI entrevistou 2.000 pessoas entre 22 e 25 de março em 126 municípios do Brasil. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, com 95% de nível de confiança.

8% dos brasileiros confiam em Temer

Segundo a pesquisa, a percepção de confiança em Temer manteve-se estável. Atualmente, 8% dos brasileiros confiam no emedebista perante 9% no final do ano passado.

O índice dos que não confiam passou de 90% para 89%. Os que não souberam responder ou não quiseram responder passaram de 2% para 3%.

O mesmo aconteceu com a avaliação da maneira de governar de Temer. Os que aprovam são 9% da população, mesmo número de dezembro.

s que desaprovam são agora 87%, ante 88% em dezembro. Os que não souberam responder ou não quiseram responder ficaram em 4%. (UOL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..