Vereador Gilmar Santos leva um soco no rosto do deputado Gonzaga Patriota, após negar cumprimeto - Blog Petrolina em Destaque

8 de abr de 2018

Vereador Gilmar Santos leva um soco no rosto do deputado Gonzaga Patriota, após negar cumprimeto



O aumento na violência em Petrolina e em todo estado de Pernambuco já não é mais novidade, e os nossos políticos que se dizem representante do povo, e que deviam está procurando soluções para tentar controlar a violência, se descontrolam e não param de se agredir. Até então as agressões entre políticos de Petrolina eram apenas verbais.



Mas no início da tarde deste domingo (08), o Deputado federal Gonzaga Patriota (PSB) partiu para cima do vereador de Petrolina Gilmar Santos (PT), após o vereador se negar pegar em sua mão, dizendo que não cumprimentava deputado golpista. O Deputado não gostou da atitude do petista e deu um soco no rosto do vereador, tendo que ser contido por populares, que encaminharam o deputado para dentro do seu veículo, onde ficou protegido por seus seguranças. Segundo relatos o deputado chegou a fazer gestos de ameaças. Após a agressão o vereador Gilmar que não revidou ao soco, prestou queixa na delegacia da polícia civil contra o Deputado Gonzaga. 


Conforme Boletim de Ocorrência nº 18E2149001996, ocorreu por meio de um soco desferido pelo parlamentar federal no rosto do Vereador, atingindo a boca.


Segundo informações passadas ao nosso blog, o fato vergonhoso aconteceu quando o Vereador estava chegando na 5ª Audiência Pública sobre a PE 630, na Escola José Cícero Amorim no distrito Rajada em Petrolina. 



Não é a primeira vez que o Vereador Gilmar Santos se nega a pegar na mão de alguém que no ver dele é golpista,  em dezembro de 2016, no momento que foi  chamado para sua diplomação como vereador de Petrolina, Gilmar se recusou a cumprimentar o até então vice-prefeito e Guilherme Coelho (PSDB), o Ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB) e o Senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) deixando-os de mão estendida, causando desconforto e criticas dos presentes, naquele ano muitos classificaram a atitude do petista como um gesto antiético, inadequado para a ocasião. 

Já o Deputado Gonzaga Patriota, e conhecido pelo seu temperamento forte, sempre de língua afiada o deputado não costuma levar desaforos para casa. Mas dessa vez o deputado extrapolou, independente de tudo, nada justifica uma atitude  violenta e covardia como essa. 

Estamos aguardando mais informações, e deixamos o espaço aberto para os envolvidos deixarem seus esclarecimentos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações