Autoridades de Petrolina alertam para circulação de dinheiro falso na cidade - Blog Petrolina em Destaque

19 de jul de 2018

Autoridades de Petrolina alertam para circulação de dinheiro falso na cidade



A prática ilícita de pessoas vendendo notas de dinheiro falsificado em grupos de redes sociais voltado ao público de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) tornou-se recorrente e está servindo para que as autoridades alertem sobre esse crime. Como este Blog mostrou no final de junho, a Polícia Federal (PF) iniciou uma investigação em Juazeiro para apurar a falsificação de dinheiro no município. De acordo com a PF, em menos de 30 dias, quatro golpes foram registrados na cidade. Até aquele momento, R$ 9.500 mil em cédulas falsas haviam sido apreendidos. Entre os golpes registrados, dois ocorreram durante a venda de veículos.

Desta vez, o alerta vem de Petrolina. Um homem foi visto em atitude suspeita nas imediações do Parque Municipal Josepha Coelho na manhã da última segunda-feira (16). Após revista pessoal, o efetivo da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU) encontrou com ele uma cédula de R$ 100,00 com indícios de falsificação.

Conforme a Guarda Civil Municipal (GCM), depois de fazer uma consulta em uma casa lotérica, ficou constatado que a nota não era verdadeira. Nesse caso a situação só não se configurou em crime porque não foi constatada a tentativa de repasse do dinheiro, mas o homem e a cédula apreendida foram conduzidos até a Delegacia da PF, em Juazeiro, para que fossem prestados os devidos esclarecimentos.

Orientação

Diante do caso, o Sistema de Segurança Pública de Petrolina, através da Guarda Civil Municipal (GCM), faz um alerta à população sobre a circulação de dinheiro falso na cidade. É importante observar os elementos de segurança contidos nas cédulas de Real, como marca-d’água, o relevo e a textura do papel.

O secretário-executivo de Segurança Pública de Petrolina, José Silvestre, diz o que fazer em caso de suspeita sobre a autenticidade de uma cédula. “Se o dinheiro foi sacado em um banco, deve-se procurar o gerente para pedir providências para substituição. Se a origem do dinheiro se deu a partir de alguma transação do dia a dia, como o repasse de um troco no comércio local, recuse o dinheiro e peça a substituição. Em todo o caso, é importante procurar uma delegacia de polícia mais próxima para registrar a ocorrência“, explica Silvestre.

Crime

A falsificação é crime previsto pelo artigo 289 do Código Penal, com pena de 3 a 12 anos de prisão. Quem tentar colocar uma cédula falsa em circulação depois de tomar conhecimento de sua falsidade, mesmo que a tenha recebido de boa fé, pode ser condenado a uma pena de 6 meses a 2 anos de detenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações