Garotos que ficaram presos em caverna na Tailândia deixam hospital - Blog Petrolina em Destaque

19 de jul de 2018

Garotos que ficaram presos em caverna na Tailândia deixam hospital



“Tentava não pensar em comida, me dava mais fome”, disse um dos 12 garotos resgatados na Tailândia, ao relembrar os 18 dias em que esteve preso com seus colegas em uma caverna no norte do país. Os “Javalis selvagens” conversaram com jornalistas em uma entrevista mediada por psicólogos, médicos e oficiais da Tailândia nesta quarta-feira (18).
Sorridentes, os garotos se apresentaram à imprensa, um a um, falando além de seus nomes, a posição que jogam no time de futebol. Com boa aparência, fizeram piadas e riram diversas vezes durante a conversa. Ao relatar como sobreviveram ao período em que estiveram reclusos, um deles comentou: “Enchia meu estômago com água”. Uma pedra que minava água dentro da caverna serviu de fonte para que eles se mantivessem hidratados.
O técnico do time, Ekaphol  Chantawong, conhecido como Ake, contou que a água era limpa. Exames realizados no time, após o resgate, não identificaram infecções ou doenças nos garotos, nem no técnico. Segundo os funcionários do do governo tailandês, os garotos recuperaram, em média, três quilos durante o período em que estiveram no hospital.
De volta para casa, todos os garotos disseram que a primeira coisa que querem dizer às famílias é “desculpas”. “Não disse que iria à caverna, só ao treino”, disse um deles. Os colegas repetiram.
A entrevista terminou com um dos oficiais agradecendo ao rei “que nos deu todo o apoio necessário”. A Tailândia é uma monarquia. Na sequência, os garotos caminharam em direção ao retrato do rei e se curvaram, em sinal de reverência. (Uol)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações