Prefeitura, Compesa e moradores discutem solução para resolver problemas de abastecimento d’água no Jardim Petrópolis - Blog Petrolina em Destaque

30 de ago de 2018

Prefeitura, Compesa e moradores discutem solução para resolver problemas de abastecimento d’água no Jardim Petrópolis



Um encontro realizado no dia de ontem (28) entre representantes da prefeitura municipal e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) com uma comissão de moradores do Jardim Petrópolis, zona oeste de Petrolina, tentou buscar uma solução para resolver os problemas de abastecimento d’água e esgotamento sanitário no bairro.

A atual administração municipal abriu diálogo a fim de implantar a rede de água tratada e a conclusão do sistema de saneamento do Jardim Petrópolis. Durante a reunião, o gerente regional da Compesa, João Raphael de Queiroz, comprometeu-se a realizar a abertura de licitação para a contratação de uma empresa, que ficará responsável pela implantação do sistema de abastecimento de água, inexistente no local.

Além disso, ele garantiu que irá solicitar à Companhia Estadual de Habitação e Obras (CEHAB) o projeto original do saneamento da região, para que seja iniciado um trabalho de adequação para posterior atendimento e manutenção da rede de esgoto do Jardim Petrópolis.

Além de líderes comunitários e do presidente da Central Única dos Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas, quem também participou da reunião foi o diretor de Saneamento da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra), Igor Falcão. “Todos os dias recebemos reclamações por conta dos problemas do Jardim Petrópolis. Por isso, estamos empenhados em buscar soluções no menor tempo possível para atender as demandas dos moradores, que são os maiores prejudicados“, destacou Falcão.

Histórico

A última vez que o bairro recebeu uma obra de saneamento foi em 2009, quando o Governo de Pernambuco, através da CEHAB, realizou a adequação do esgotamento sanitário para cerca de 200 imóveis. De lá para cá, por conta do crescimento desordenado da comunidade e da falta investimentos, o sistema não deu conta de atender a demanda, o que resultou nos problemas enfrentados atualmente, inclusive sobre o fornecimento de água tratada naquela região. Com informações da assessoria da PMP/Seinfra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações