Considerado morto, homem acorda durante autópsia: “Dor insuportável” - Blog Petrolina em Destaque

4 de set de 2018

Considerado morto, homem acorda durante autópsia: “Dor insuportável”



Um homem, de 33 anos, que foi declarado morto, acordou durante uma autópsia, enquanto o médico legista cortava seu rosto.

O fato aconteceu no ano de 2007, mas só foi divulgado no site R7 nesta segunda-feira (03).

Em entrevista para o jornal El Universal, Carlos Camejo contou que acordou sentindo uma “dor insuportável” durante a autópsia.

O venezuelano havia sofrido um acidente automobilístico e foi encaminhado para o necrotério. Segundo a matéria, o fato até hoje choca a comunidade médica.

A equipe do hospital não quis dar entrevista sobre o caso.

RK

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações