Troca de acusações entre vereadores marca sessão da Câmara desta terça-feira (11) - Blog Petrolina em Destaque

12 de set de 2018

Troca de acusações entre vereadores marca sessão da Câmara desta terça-feira (11)



A semana começou fervilhando na Câmara de Vereadores de Petrolina. A primeira sessão, terça-feira (11), contou com uma briga acalorada entre os vereadores Gabriel Menezes (PSL) e Aerolande Cruz (PSB). O motivo da troca de farpas foi um requerimento de Gabriel Menezes, pedindo a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar e apurar e nomeações de cargos comissionados na Prefeitura de Petrolina, nos últimos vinte anos, compreendendo as gestões dos ex-prefeitos Guilherme Coelho, Fernando Bezerra Coelho, Odacy Amorim e Julio Lossio, bem como a atual administração do Prefeito Miguel Coelho, com o objetivo de trazer ao conhecimento da sociedade a lista com nomeados, funções e salários, comprovação do exercício das atividades, nomeações de parentes de Vereadores da Casa Plínio Amorim, pagamentos de horas extras para servidor ocupante de cargo comissionado e todo montante gasto com cargos comissionados, detalhado por gestão.
O líder da situação não gostou do teor da matéria e soltou o verbo. Ele convoca a bancada da situação para votar contra o requerimento. "Não concordo em vereador da oposição, vir fazer palanque político em cima de requerimento. Nós que fazemos parte da bancada do prefeito já aprovamos vários requerimentos da oposição, agora quando vejo o vereador candidato a deputado solicitando os últimos vinte anos, isso aqui é querer fazer palanque político ou puxar a imprensa para dar entrevista".
O oposicionista defendeu-se das acusações do líder da situação. "Com todo respeito aos suplentes, quem lhe colocou aqui foi o seu prefeito, eu entrei pela porta e o senhor pela janela. O senhor já foi chamado de lobista em cadeia nacional, o senhor já estampou revista de circulação nacional, portanto, não me causa estranheza esse seu comportamento hostil. Porque o senhor não apresenta um requerimento pedindo transparência do seu governo? Porque o senhor jamais vai posicionar-se contrário ao Senador Fernando Bezerra Coelho, de quem o senhor cresceu debaixo das asas. O senhor é quem faz boa parte do serviço sujo do senador, mas já lhe disse e quero reafirmar, que eu não tenho medo de vossa excelência ou de quem quer que seja desse grupo. O senhor gosta de andar armado, eu não gosto não, mas mesmo assim não tenho medo. A partir do momento que estou pedindo transparência de vinte anos, estou mostrando que não estou fazendo palanque, porque estou pedindo inclusive que se investigue uma gestão, da qual eu fiz parte dela. O prefeito já foi pra Rádio dizer que eu era funcionário fantasma da gestão do prefeito de Júlio Lóssio e eu estou dando a oportunidade a ele de dizer se eu era ou não, inclusive lançando um desafio a Miguel Coelho; me processe, mova uma ação. O senhor Aero quer proteger essa gestão fraudulenta", acusou.
Aerolande Cruz, endureceu mais ainda o discurso, e questionou o colega, sobre a época em que trabalhou, segundo ele, como funcionário fantasma da Vale Digital. “Não costumo entrar nesse tipo de discussão porque não foi pra isso que o povo me colocou aqui como 14º vereador mais votado. O tempo que eu tinha de brigar eu briguei na rua de baixo com a galera do mau, nunca escondo nada de ninguém. O tempo que eu tinha de andar armado, andava na rua debaixo e graças a meu Deus, hoje eu sou de paz e amor. Não quero briga e nem discussão com ningúem, mas quero dizer a vossa excelência que na rua de baixo não temos nem medo e nem pressão alta e eu continuo sendo da rua de baixo. Eu nunca fiz nada de errado, não tenho nenhum processo e nenhuma entrada em delegacia. Vossa excelência deveria ter pedido esse requerimento quando o senhor era funcionário fantasma da Vale Digital, porque os servidores que estão lá trabalhando disseram que nunca viram o senhor trabalhando. Como é que o senhor era funcionário se esse funcionário que são de carreira nunca o viram lá? A não ser que o senhor recebia esse dinheiro só pra trabalhar no São João. Eu quero perguntar, qual foi o sistema que o senhor usou na Vale Digital? Mostre aí vereador! Tá lá na prefeitura onde consta o nome de vossa excelência e agora o senhor quer ser o paladino da moralidade, procure um palanque pra ganhar eleição porque fazendo esse joguinho político vossa excelência não se elege não", disparou.
Depois da troca de acusações a maioria dos vereadores decidiram por derrubar o requerimento. Zenildo, Aerolande Cruz, Rodrigo Araújo, Ibamar Fernandes, Ronaldo Cancão, Maria Elena, Ronaldo Souz e Elias Jardin.
Domingo de Cristália, Paulinho Valgueiro, Gilmar Santos e Gabriel Menezes até tentaram, mas não obtiveram êxito. Blog do Nossa Voz/ Grande Rio FM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações