Esgoto estourado vira tormento para moradores do bairro Antônio Cassimiro - Blog Petrolina em Destaque

2 de out de 2018

Esgoto estourado vira tormento para moradores do bairro Antônio Cassimiro



Moradores da Avenida Pecuarista, no bairro Antônio Cassimiro, zona norte de Petrolina, estão na bronca por causa de um esgoto estourado há 10 dias. Além da fedentina, a água está acumulada em um terreno baldio, atraindo insetos e gerando um tormento ainda maior para a vizinhança.

Sobre essa questão, a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou que o bairro Antônio Cassimiro ainda não foi saneado. A companhia ainda afirma que o problema deve ser resolvido pela Prefeitura de Petrolina.

“O bairro Antônio Cassimiro ainda não foi saneado. Diante do impasse de renovação da concessão pela Prefeitura de Petrolina, não há decisão definitiva e perdura a insegurança jurídica. A Compesa não pode executar investimentos com recursos financiados. Ainda estão sob a responsabilidade da prefeitura os bairros que não foram saneados: Dom Avelar, São Joaquim, São Jorge, Santa Luzia, Térreas do Sul, Parque Mandacaru e Mandacaru, Jardim Petrópolis, Antônio Cassimiro 1 e 2, Vale Dourado, Carneiro, Fernando Idalino, Henrique leite, N-11,Rio Jordão, Serrote do Urubu, Jatobá, Parque Jatobá, Pedra do Bode e 15% restante do São Gonçalo que falta executar o saneamento”, explicou a companhia, em nota.

Já a Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos (Seinfra), rebateu e disse que é dever da Compesa cuidar do abastecimento d’água e o tratamento de esgoto, já que é a detentora da concessão.

“A prefeitura não possui empresa que cuide de demandas relacionadas à questão de saneamento, o cidadão deve buscar a resolução dos problemas dessa natureza junto à companhia. A Prefeitura de Petrolina espera que os problemas de saneamento do bairro Antonio Cassimiro, assim como de toda a bacia do Dom Avelar, comecem a ser resolvidos quando a Compesa executar as obras de saneamento da bacia com o recurso de R$ 38 milhões que estão à disposição junto à Caixa Econômica Federal, bastando apenas que a Compesa apresente os respectivos projetos”, frisa a nota da prefeitura. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações