Homem que matou mulher enquanto amamentava tem pena ampliada - Blog Petrolina em Destaque

27 de out de 2018

Homem que matou mulher enquanto amamentava tem pena ampliada



A Justiça ampliou de 20 para 25 anos a pena de Felipe Pinto da Cunha. Ele foi condenado por matar sua ex-mulher, Anna Lívia Soares, de 19 anos, a facadas enquanto ela amamentava seu filho. O crime aconteceu em 2016, na cidade de São Gonçalo do Amarante.
Na época, a criança tinha apenas seis meses. Segundo a mãe de Anna Lívia, Sheyla Cristiane, logo após o nascimento do neto, a filha passou a sofrer agressões. No dia do ataque, ela foi assassinada com 21 facadas.

A ampliação da pena foi concedida após pedido do Ministério Público do Rio Grande do Norte. Na apelação, foi argumentado que a pena precisava ser ampliada devido à gravidade do crime.

O caso foi a júri popular em novembro de 2017, na 3ª Vara da comarca de São Gonçalo do Amarante, quando o acusado foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado. A nova decisão transitou em julgado dia 15 de outubro deste ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações