Hospital Dom Malam/ IMIP emite nota sobre caso de mulher que deu à luz em casa após ser dispensada duas vezes do Hospital - Blog Petrolina em Destaque

11 de jan de 2019

Hospital Dom Malam/ IMIP emite nota sobre caso de mulher que deu à luz em casa após ser dispensada duas vezes do Hospital



Uma mulher que estava grávida teria ido por duas vezes ao Hospital Dom Malan/Imip e segundo informações, ela teria voltado para casa por recomendação da unidade.

A paciente acabou tendo o filho na sua residência, localizada no bairro Cosme e Damião, com a ajuda da família.

A irmã da gestante revelou que procurou o Hospital, na última quinta-feira (09), por volta da meia-noite, sentindo muitas dores, e foi liberada logo em seguida.

No dia 10 de janeiro,  a paciente voltou ao hospital sentido as dores do parto, mas mesmo assim foi liberada novamente. A alegação é de que a mulher estava com 38 semanas de gravidez e u centímetro de dilatação.

Sobre o caso, o hospital enviou a seguinte nota:

O Hospital Dom Malan/Imip de Petrolina informa que a paciente em questão deu entrada dia 9 no serviço com o colo fechado e em falso trabalho de parto, sendo orientada a voltar para casa e procurar a unidade materno-infantil após o início das contrações.

No dia 10, pela manhã, ela voltou ao HDM e, após avaliação clínica, constatou-se que ela estava com apenas 1 cm de dilatação. Ela deveria ter retornado se houvesse aumento das dores, diminuição dos movimentos fetais, perda de líquido ou sangue, mas não procurou o serviço e acabou parindo em casa (visto que a evolução do trabalho de parto é imprevisível).

De acordo com a rotina do hospital, o internamento é indicado para mulheres com trabalho de parto ativo, com a média de 3 contrações a cada 10 minutos e duração de cada contração maior que 30 segundos. Essa medida tem como objetivo diminuir o tempo de internação hospitalar e, consequentemente, o risco de infecções.

Em tempo, a direção do hospital ressalta que a referência para partos de baixo risco (como é o caso) é a Maternidade Municipal de Juazeiro, mas a paciente não deixou de receber assistência em nenhum dos momentos em que procurou o serviço.

Ascom Hospital Dom Malan/Imip.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações