Mulher que ajudou a denunciar João de Deus comete suicídio - Blog Petrolina em Destaque

4 de fev de 2019

Mulher que ajudou a denunciar João de Deus comete suicídio



Antes de tirar a própria vida, Sabrina escreveu um post em seu Facebook: “Marielle me uno a ti. Eu fiz o que pude, até onde pude. Meu amor será eterno por todos vocês. Perdão por não aguentar, meus filhos”.
247 – A ativista e uma das mulheres que denunciou abusos sexuais cometidos por João de Deus, Sabrina Bittencourt, cometeu suicídio neste sábado (2). O seu filho, Gabriel Baum, escreveu uma mensagem nas redes sociais e confirmou a notícia. “Ela deu o último passo pra gente poder viver. Eles mataram minha mãe”, afirmou.
Antes de tirar a própria vida, Sabrina escreveu um post em seu Facebook sobre sua vida e a luta pelas mulheres e minorias. “Marielle me uno a ti. Eu fiz o que pude, até onde pude. Meu amor será eterno por todos vocês. Perdão por não aguentar, meus filhos”, escreveu Sabrina, que morava em Barcelona, deixa três filhos.
A ativista social Sabrina Bittencourt recebeu as primeiras denúncias contra João de Deus e Prem Baba. Ela foi abusada desde os 4 anos por integrantes da igreja frequentada pela família. Aos 16, ficou grávida de um dos estupradores e abortou. Bittencourt dedicou a vida a militar por vítimas de abuso e a desmascarar líderes religiosos. Em relato em primeira pessoa feito em dezembro de 2018 à revista Marie Claire, Sabrina conta sobre a vida de abusos e como se tornou uma das principais vozes e forças de apoio a vítimas de abuso sexual, principalmente dentro de grupos religiosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Indentifique-se e não seja vulgar!
Obrigado..

Total de visualizações